Pages

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

28 A casa de Festas!!!


Hoje vim falar um pouco do item que pra mim é o mais importante!
A casa de Festas!
Eu e meu noivo pesquisamos bastante, pedimos muitos orçamentos e o que sempre chegava como resposta eram orçamentos com valores absurdos, e olha que nem estávamos procurando por casas de festas muito famosas!
O que queríamos desde o inicio era fazer um casamento simples mas com qualidade (tipo casando sem grana).
Nessa busca pela net, um dia achei o site do salão Village la Penha Festas! Achei um encanto, mas pelo site não da pra ter uma boa noção porque eles não renovam muito as fotos! Com o passar do tempo uma colega da faculdade comentou comigo sobre ele, e disse que uma amiga dela se casaria lá e que tinha gostado muito! Decidi pedir orçamento para eles e fiquei impressionada com o valor, pois o pacote é super completo e muito acessível! CustoxBenefício maravilhoso.
Com a ajuda do querido google comecei a pesquisar mais sobre o salão! E só encontrei elogios e recomendações!
Pronto, marcamos a visita e a Débora que é dona de lá foi muito atenciosa desde o primeiro instante, fizemos degustação que estava uma delícia ( tem um mini churros que só de lembrar me da água na boca. rs), tirou todas as minhas dúvidas ( e noiva sempre tem muitas). Rs. Assim que chegamos achei o salão super  fofo, estavam decorando para uma festa de 15 anos que eu adorei!
Meu noivo falou: “ Amor tem que ser aqui!” Rs. Ele adorou e eu e minha mãe também! Fiquei encantada com o teto que é todo em tecido e a mesa do bolo que tem um destaque lindo com um palco de led, a decoração é provençal ( um charme)! Tenho que confessar que no começo fiquei meio em dúvida por que achei a casa um pouco pequena, mas para o que queremos ela esta perfeita,  não queremos  um casamento muito grande, serão apenas os amigos mais íntimos e a família! Que são as pessoas que seguiram com a gente nessa caminhada até aqui!
Fiquem agora com algumas fotos de Village e os contatos!
Site: Buffet la Penha Festas
Facebook:Buffet la Penha Festas
Beijos da Fabi!

Mesa do Bolo
Entrada dos noivos
Espaço Lounge

Salão
Mesa dos chocolates
Decoração
Salão
Mesa de chocolates 2
                                     
Mesa dos doces
Mesa de Crepes
Varanda

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

5 Bem casados!!


Mais um item fechado!!!
Nesse mês fechamos os bem casados com com Lu e Lud bem casados ou L.artesanatos.
São uma delícia e fechamos por um precinho bem legal! Faço parte de rodadas de descontos e sempre fico de olho em rodadas com fornecedores que são bastante indicados e a Lu e Lud era uma delas!
Fiquei bem feliz com mais esse contrato fechado!

sexta-feira, 27 de julho de 2012

9 Contagem Regressiva...

E hoje eu acordei com frio na barriga e uma baita ansiedade!
Faltam exatamente 12 meses pro nosso casamento. To muito feliz, mas só agora me dei conta que ainda tem bastante coisa a ser feita, mas sei que Deus nunca abandona e tenho fé que tudo vai dar certo!! Agora é força no buquê e na gravata. Vou deixar minhas madrinhas e tias loucas. Haha’
Vamos que vamos!
Ahhhhhhhhhhhh! Rs
Beijo!

quarta-feira, 11 de julho de 2012

15 Nossa História



Oi gente!!!
To muito feliz, ganhei esse blog da minha amiga e futura madrinha Ariane Sales, que por sinal tem me ajudado muito nessa correria toda que é casar! Só tenho a agradecer por tudo!!
Mas vamos às apresentações?
Os noivos: Fabiana  & Davidson.
Ela...Estudante de Nutrição      Ele: Estudante de Admistração, Cariocas da gema!!
Começamos a namorar em 2006 e noivamos em 2010, e desde o começo desse ano estamos na luta para fazer um casamento simples, mas perfeito aos nossos olhos!
Agora vou dizer aqui em poucas palavras como nos conhecemos.
Em outubro de 2006 minha melhor amiga Rafaela começou a namorar com o Bruno [ primo do meu noivo] que também vão ser nossos padrinhos. Depois disso ela falou comigo sobre o Davidson, mas no começo não dei muita importância, até por que eu não queria namorar, e no dia 4 novembro ele veio até a vila onde moro para conversar comigo [ sem eu saber de nada. Rs] Naquele dia conversamos e ficamos pela primeira vez, foi lindo, muito especial, e desde aquele dia soube que era ele meu grande amor! O homem que eu queria pra ficar a vida toda, desde então ele ficou me pedindo para namorar e eu sempre dizendo que não, maaaas depois de 1 mês, especialmente dia 24 de dezembro de 2006 eu aceitei e ele foi conversar com a minha mãe e então começamos a namorar, ele foi meu presente de Natal, naquela noite eu era só felicidade, todos os amigos vinham desejar Feliz Natal e Felicidades pelo nosso namoro!
Nesses 6 anos de relacionamento passamos por muita coisa, boas e ruins, mas acredito que tudo que acontece é permissão de Deus , e isso acontece para que o amor cresça mais e mais, que foi nosso caso.
Bom gente ai esta a nossa história resumidamente até aqui! Beijos para todos.
Fabiana Ferreira.
 

terça-feira, 29 de maio de 2012

2 NEOQEAV (de onde surgiu)



Meus avós já estavam casados há mais de cinqüenta anos e continuavam jogando um jogo que haviam iniciado quando começaram a namorar.
A regra do jogo era que um tinha que escrever a palavra "NEOQEAV" num lugar inesperado para o outro encontrar e assim quem a encontrasse deveria escrevê-la em outro lugar e assim sucessivamente.
Eles se revezavam deixando "NEOQEAV" escrita por toda a casa, e assim que um a encontrava era sua vez de escondê-la em outro local para o outro achar.
Eles escreviam "NEOQEAV" com os dedos no açúcar dentro do açucareiro ou no pote de farinha para que o próximo que fosse cozinhar a achasse. Escreviam na janela embaçada pelo sereno que dava para o pátio onde minha avó nos dava pudim que ela fazia com tanto carinho.
"NEOQEAV" era escrita no vapor deixado no espelho depois de um banho quente, onde a palavra iria reaparecer depois do próximo banho.
Uma vez, minha avó até desenrolou um rolo inteiro de papel higiênico para deixar "NEOQEAV" na última folha e enrolou tudo de novo.
Não havia limites para onde "NEOQEAV" pudesse surgir.
Pedacinhos de papel com "NEOQEAV" rabiscado apareciam grudados no volante do carro que eles dividiam.
Os bilhetes eram enfiados dentro dos sapatos e deixados debaixo dos travesseiros.
"NEOQEAV" era escrita com os dedos na poeira sobre as prateleiras e nas cinzas da lareira. Esta misteriosa palavra tanto fazia parte da casa de meus avós quanto da mobília. Levou bastante tempo para eu passar a entender e gostar completamente deste jogo que eles jogavam. Meu ceticismo nunca me deixou acreditar em um único e verdadeiro amor, que possa ser realmente puro e duradouro.
Porém, eu nunca duvidei do amor entre meus avós.
Este amor era profundo. Era mais do que um jogo de diversão, era um modo de vida.
Seu relacionamento era baseado em devoção e uma afeição apaixonada, igual as quais nem todo mundo tem a sorte de experimentar. O vovô e a vovó ficavam de mãos dadas sempre que podiam.
Roubavam beijos um do outro sempre que se batiam um contra outro naquela cozinha tão pequena. Eles conseguiam terminar a frase incompleta do outro e todo dia resolviam juntos as palavras cruzadas do jornal. Minha avó cochichava para mim dizendo o quanto meu avô era bonito, como ele havia se tornado um velho bonito e charmoso.
Ela se gabava de dizer que sabia como pegar os namorados mais bonitos.
Antes de cada refeição eles se reverenciavam e davam graças a Deus e bençãos aos presentes por sermos uma família maravilhosa, para continuarmos sempre unidos e com boa sorte.
Mas uma nuvem escura surgiu na vida de meus avós: minha avó tinha câncer de mama. A doença tinha primeiro aparecido dez anos antes.
Como sempre, vovô estava com ela a cada momento.
Ele a confortava no quarto amarelo deles, que ele havia pintado dessa cor para que ela ficasse sempre rodeada da luz do sol, mesmo quando ela não tivesse forças para sair.
O câncer agora estava de novo atacando seu corpo.
Com a ajuda de uma bengala e a mão firme do meu avô, eles iam à igreja toda manhã. E minha avó foi ficando cada vez mais fraca, até que, finalmente, ela não mais podia sair de casa. Por algum tempo, meu avô resolveu ir à igreja sozinho, rezando a Deus para zelar por sua esposa. Então, o que todos nós temíamos aconteceu.
Vovó partiu.
"NEOQEAV" foi gravada em amarelo nas fitas cor-de-rosa dos buquês de flores do funeral da vovó.
Quando os amigos começaram a ir embora, minhas tias, tios, primos e outras pessoas da família se juntaram e ficaram ao redor da vovó pela última vez.
Vovô ficou bem junto do caixão da vovó e, num suspiro bem profundo, começou a cantar para ela.
Através de suas lágrimas e pesar, a música surgiu como uma canção de ninar que vinha bem de dentro de seu ser. Me sentindo muito triste, nunca vou me esquecer daquele momento. Porque eu sabia que mesmo sem ainda poder entender completamente a profundeza daquele amor, eu tinha tido o privilégio de testemunhar a beleza sem igual que aquilo representava.
Aposto que a esta altura você deve estar se perguntando:
"Mas o que NEOQEAV significa?"
Nunca Esqueça O Quanto EAmo Você



Ocorreu um erro neste gadget